domingo, 19 de julho de 2009

Que corda é essa que me prende????

Que ajoelhar o caramba... obedecer, servir, servir, servir.....
O prazer da sub DEVE vir do prazer do Dom....

Ah, me poupe vai.... cansada de ouvir isso.... Cansada de ouvir que sub não tem vontades, que faz o que o Dono manda e ponto.
Se a tal tem paura, não curte, é alergia ao bissexualismo não importa, ela quando tem dono tem que se entregar e fazer de tudo pelo prazer dele.
Se expor, enfrentar limites, PELO PRAZER DO OUTRO.... se espetar com agulhas, apanhar, ficar de castigo, não falar com ninguém, pq. assim o dono quer....
Engolir sentimentos de posse, de ciúmes, pq. inventaram que o dono pode ter quantas quiser, fazer o que quiser e a sub sorri e diz amém....
Serve a todos SE ASSIM O DONO QUISER, ou fica somente aos pés dele, quando lhe é permitido assistindo as libertinagens dele....

E O PRAZER DESSE SER HUMANO???? (sub)

Uai, é muito claro, o ´prazer dela é tudo isso, é servir, é agradar o dono....
Vai catar coquinho na subida, me economize, vai..... Que coisa mais sem pé nem cabeça....
Depois ainda não somos anormais??????

Ô Annye, acorda... se quer diferente disso vai baunilhar... submissão é isso mesmo, cara.

SERVIR!!!!!!!!

A liturgia é linda, clara e não dá p/ neguinho chegar aqui e ficar querendo ditar regras diferentes.... não tá contente pegue seu banquinho e saia de mansinho...

Mas sem poder gritar antes???? espernear???? desabafar?????
Eu amo servir, ajoelhar, a imobilização me fascina Mas quero ser conduzida a isso.... conquistada caramba e quero sentir prazer por eu ter prazer e não pq. tô dando prazer ao ditucujo e por isso tenho de estar feliz.

Limites existem para serem respeitados.... É O MEU ESPAÇO, seu prazer deve ser realizado até onde não diminua o meu.

Caray viu! Quem foi que disse que submissão é fácil?????
E quem foi que disse que deve ser sofrida?????

Isso aqui não é um sintoma de nenhuma decepção não.... não é revolta com ninguém senão comigo mesma.
Ver esses perfis de submissas sofrendo por quererem o tal de masoquismo psicológico, me enjoa....
Ver as pessoas se contentando com migalhas, com menos do que merecem me desanimam....

O que tô fazendo aqui??? que cordas são essas que me prendem e não consigo sair?????

OLHA, ISSO AQUI É MEU ESPAÇO, MEU LUGAR DE DESABAFAR E ESSE POST NEM DEVERIA ESTAR AQUI.... EU NEM DEVERIA ESTAR ESCREVENDO TUDO ISSO.... MAS TÔ, CARAMBA.... EU TÔ... ACHO QUE TÔ MALUQUECENDO DENTRO DE MINHA SUBMISSÃO... RSRSRS
É BEM PROVÁVEL QUE AMANHÃ OU DEPOIS ELE SEJA DELETADO POR MIM. MAS HOJE É ISSO.

SEM BEIJOS A NINGUÉM HOJE.
ANNYE
.

5 comentários:

naarinha disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
TPM é fogo viu... rsrsrsrs


amo vc!
bravinha do meu coração!!! rsrsrsrss

melissa disse...

"Ver as pessoas se contentando com migalhas, com menos do que merecem"

Realmente...isso não legal enm um pouco saudável

um abraço,

melissa

tavi disse...

Já pirei nessa questao...rs
hj eu acho que o que mata é que muitas vezes negamos os limites, em impulsos poéticos muito pouco factiveis...
A submissão é limitada. Isso não quer dizer que ela não exista, mas sim que existe de forma real, ou seja (minha opinião) imperfeita.
Acho mais honesto se buscar o melhor POSSÍVEL do que voar alto atrás da ilusão, da idealização.. e cair feio ao se deparar com a realidade.
Eu que num entrego minha alma pra ninguem! Entrego meu corpo, entrego sentimentos, sirvo meu Dono, mas a relação tem que servir a ele e a mim. E o prazer tem que ser pros dois, mesmo que eu tire o meu prazer da dor.
Beijos Mil
Amei o desabafo!

{diva_elfa}AL disse...

Sabe, aprendi desde o início que submissão não é sofrimento, nunca deve ser.

Já tive momentos de piração tbm, rs, e aí vem o Dono e pergunta: você está sofrendo? se está vamos repensar...

acho que é por aí (neh tavi) repensando, avaliando, continua maravilhoso p/ ambos.

Delirante, gostei muito, rs, vou ler mais por aqui ;)

Um certo Fulano disse...

Annie, me permita sentar e aplaudir ao ver uma luz pensante no meio da obscuridão do pensamento mediano no BDSM.

Sub não é sub para sofrer. Sub é sub para ter prazer servindo. Sofrimento é outro departamento, outra escola.

Te entendo perfeitamente porque o que você sente é o que eu sinto. Harém? Jamais! Sofrer de graça? Não mesmo! O sofrimento para o sub só é prazer quando voluntariamente ele vai além de seus limites por amor a seu dono ou sua dona. Se for forçado quebra.

Beijos.