segunda-feira, 2 de março de 2009

"Entrega"

.
Acho que nesse tempinho que estou aqui posso falar um pouco sobre o assunto..
Penso que não dá p/ viver uma relação com meios termos, meio entrega. Não dá p/ ficar em cima do muito em uma relação D/s, ou é ou NÃO é.
Mas acredito que até chegar nesse nível de ser ou não ser existem várias fases...
O conhecimento, a confiança, vem antes dessa entrega.
É um período complicado pois quando estamos conhecendo um Dom nunca sabemos onde iremos chegar, acho que existe o primeiro passo da confiança, aquela confiança cheio de limites até que vc o conheça de verdade e a confiança total lhe é conquistada.
E junto com essa confiança caminha a entrega. Não dá p/ vc dizer que está entregue enquanto não estiver se resolvido com seus limites.
Talvez esteja sendo complicado de entender meu raciocínio... rsrs Mas é um desabafo mesmo. Eu em conflito com meus pensamentos...
Bem, quando se tem um limite, uma limitação mesmo, uma coisa difícil de superar e que p/ viver a relação é preciso que seja superado esse limite como faz?
Dois caminhos:
1) Tentar seguir em frente deixando o barco rolar
2) Desistir de vez... Ter a consciência de que aquilo não é p/ vc. e pronto.
Desistir de vez não é uma decisão fácil a ser tomada, pois (tirando o limite) o resto é tudo muito bom, tudo se encaixa, se completa.
Mas.... NÃO podemos fazer de conta que o limite não existe.
Tentar seguir em frente deixando o barco rolar? Será???
Vai ser uma relação meio "torta" sem a entrega completa.
E como é que seria isso?
Dá p/ viver BDSM sem entrega?
Penso que sem entrega nenhuma não dá... Tem aquela entrega de somente sessões (coisa que eu, particularmente, não quero viver) mas é uma maneira de se relacionar.
Agora, para uma relação D/s como é que se vive com apenas parte dessa entrega?
é o que digo... Não dá p/ ficar em cima do muro.
Será que a única maneira seria decidir entre essas duas opções de ou mergulha de cabeça ou cai fora?
Mergulhando de cabeça pode, mais p/ frente, esbarrar em seu limite e danar tudo... pode ser frustrante até.
Caindo fora pode ser uma covardia, um "desistir sem tentar"...
Sei que p/ seguir em frente, é necessário a entrega total, é necessário estar inteira.
Mas limites nos impedem de estarmos inteiros...
Beijossss
Annye
.

3 comentários:

Senhor Megido disse...

Muito realista e sincera sua colocação sobre a entrega, sobre este ato tão sério, mas não levado a serio por muitos, tanto Dons, quanto subs.

{ÍsisdoEgito}JZ disse...

Oi linda, passa no meu blog, que tem um selo de presente pra ti....

Leia como e pegue o teu.

Beijos carinhosos
[ÍsisdoEgito}JZ

*naara disse...

Essa minha irmã.... rsss
Como sempre impecável em tuas colocações, e exata em tuas idéias!!!
Gosto dessa maneira firme e sincera que demonstra tua submissão!
Entrega....
Vc sabe se entregar sim!!!
Fez com a alma, com sua vida e seu corpo! Sou testemunha ocular!!!
Quem merecer, sentirá como é plena tua entrega minha Linda!!!

super beijo
te admiro
babo em vc! rsrsrsrs

tua irmã caçula
naarinha